Informação cultural sob o signo de África

Odivelas – Badim Clube Aniversário I

In Guiné-Bissau, Mandinga, Música, odivelas on Agosto 2, 2008 at 11:49 pm

LIVE-BLOGGING
O Badim Clube (badim significa familia em mandinga) é uma organização de origem muçulmana que realiza estas festas com o duplo intuito de recolher fundos para o apoio caritativo dos mais necessitados assim como manter as tradições acessíveis às crianças.
Na sala ao lado enquanto a banda aquece, as pessoas juntam-se para uns comes e bebes com o colorido das roupas e vozes alegres das senhoras.
Tendo tido ocasião de observar as duas koras que vão entrar em acção antes do espectáculo, reparei que uma delas tinha 10 cordas de um lado, 11 do outro, ambas presas nos cavaletes verticais à caixa de ressonância, e duas no topo, entrelaçadas, que julgo terem um tom mais grave como duplo baixo.
Uma das koras não tinha cravelhas como as de uma guitarra mas sim tiras entrançadas de couro enroladas no braço que esticam as cordas por rotação.
Que grande show de música afro-mandinga esta gente está a cozinhar só de os ouvir a aquecer!
Primeira música instrumental com o line-up de bateria, djembé, teclados, baixo, guitarra solo e guitarra ritmo, em toada descontraída. Segunda música com guitarra solo do anterior agora a fazer um ritmo cerrado muito funk e o guitarrista mais velho a fazer um solo melódico hipnótico. Uma senhora de idade respeitável inaugura a dança com passo cadenciado e decidido.
Número de dança a passo acompanhado por Djembé e bateria em tom de marcha a acelerar com a subida ao palco e com os gritos a passarem ao público. As saias são em azul escuro e claro às riscas, com t-shirts brancas e cabelo amarrado com panos brancos e uns pendentes metálicos em estilo árabe. Cantado em mandinga. As mulheres invadem zona em frente ao palco. As canções continuem com a voz masculina a alternar com a voz feminina principal ou o coro feminino, ajudado o ritmo por um apito e pelo baixo endiabrado. E quando o djembé acelera há comoção e gritos, sim senhor.
Paragem e recomeço com Seco Camarâ a cantar. Dueto com Malamba Sissé. Pausa para discursos de agradecimento. 0h45

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: